Índice Botânico - A

Abacateiro 
Fruto e óleo essencial (topicamente) possui as seguintes propriedades: Ação protetora e regeneradora da pele; Evitam o envelhecimento da pele; Útil em inflamações cutâneas (eczemas, ictiose, etc.).
As folhas têm ação: Anti-microbiana; Adstringente; Útil nas diarreias; Nutritiva; Externamente, em inflamações orofaríngeas.

 

 

 

Abóbora
É constituída por óleos gordos com glicéridos de ácidos insaturados, fitoesteróis livres e combinados, γ-tocoferol, proteínas, aminoácidos, oligoelementos e pectinas. Apresenta as seguintes propriedades: Sintomas urológicos associados à HBP; Na bexiga irritável; Cálculos renais; Ação diurética; Ação emoliente; Ação laxativa; Ação vermífuga.

 

 

Açaí
Os estudos bioquímicos revelaram que o açaí é rico em fitoquímicos, especialmente polifenóis, tais como antocianinas, proantocianidinas e outros flavonóides. Devido à sua composição, o açaí demonstra uma forte capacidade antioxidante, anti-inflamatória e antiproliferativa. Leva à melhoria da função endoteliais, possui ação cardioprotetora, possui um efeito positivo nas condições crónicas como obesidade, diabetes, cancro e doenças neurodegenerativas.

 

 

 

Ácer
Substituto do açúcar: Desintoxicador e depurador; Redutor do excesso de peso.

 

 

 

Acerola
Os frutos possuem uma grande quantidade de flavonóides, vitamina C, vitaminas A, B1 e B6 e  minerais como fósforo, ferro, potássio, magnésio e cálcio.  Apresentas as seguintes propriedades: Aumenta as defesas naturais; Ação antioxidante (vitamina C); Importante na formação de colagénio; Beneficia a absorção de ferro a partir da dieta; Protege o organismo contra as gripes e constipações; Em situações de maior debilidade física. 

 

 

 

Active Seaweed (Combinação de Algas Castanhas)
Retenção hídrica; Celulite; Tensão arterial elevada ou sempre que seja benéfica a adoção de uma dieta pobre em sódio.

 

 

Agrimónia
As partes da planta mais frequentemente utilizadas são as partes aéreas, folhas e flores, usadas em infusões, decorações ou cataplasmas. Apresenta na sua composição: hidrocarbonetos aromáticos, polissacáridos e compostos fenólicos onde se incluem ácidos fenólicos, como o ácido silícico e o ácido salicílico, cumarinas, lactonas, flavonóides (quercetina), taninos, mucilagens e fitoesteróis.  Tem actividade moderadamente colerética; Acção adstringente; Útil na diarreia moderada e inespecífica; Nas inflamações cutâneas e orofaríngeas; Topicamente, em feridas ulceradas e outras inflamações da pele.

 

 

Aipo
As partes utilizadas são os ramos, folhas, raiz, sementes. Na raiz encontram-se as essências que contém limoneno, manitol, sais minerais e açúcares. A parte aérea é rica em cálcio, fósforo, vitaminas (B, C, K), ferro, carotenóides, proteínas e carboidratos. Os frutos contêm substâncias corantes e oleorresinas. Apresenta as seguintes propriedades: Diurético; Anti-reumatismal; Anti-inflamatório geniturinário; Sedativo e espasmolítico; Eupéptico (promotor do apetite) e colerético; Útil na hiperuricémia e na gota.

 

 

Alcachofra
É constituída por cinaropicrina, cinarina (principal responsável pelas propriedades da alcachofra), ácidos aromáticos, flavonóides derivados da luteolina, mucilagem, pectina, inulina, fitosteróis e sais minerais. Possui ação hepatoprotectora; Benéfica na icterícia; Ação colagoga e colerética; Antioxidante; Propriedades digestivas; Benéfica nos excessos alimentares e alcoólicos.

 

 

Alcaçuz
É constituída por saponósidos triterpénicos, flavonas, triterpenos, esteróides, hidroxicumarinas, amido, oses e holósidos. Apresenta as seguintes propriedades: anti-inflamatório e espasmolítico; Útil em gastrites; Preventivo da úlcera péptica; Expectorante, mucolítico e anti-tússico; Nas bronquites; Antiviral e antifúngico; Externamente, em casos de dermatite.

 

 

Alcaravia
O óleo essencial é rico em terpenos tais como: carvona, dihidrocarvona, carveol, dihidrocarveol, limoneno, alfa e beta-pineno e sabineno; lípidos, ácidos gordos (oleico e petroselínico); flavonóides (derivados do kenferol e do quercetol); carboidratos e ácido cafeico. Útil em problemas dispépticos; Coriza (inflamação da mucosa nasal) e síndroma gripal associadas a inflamação orofaríngea e das vias respiratórias; Na anorexia; Afecções hepáticas e biliares; Externamente, o óleo essencial é utilizado em micoses e limpeza de feridas.

 

 

Alecrim
Utilizam-se as folhas e o óleo essencial. O óleo essencial é constituído de alfa-pineno, cânfora e eucalipto. Possui ainda flavonóides, ácidos polifenóicos e derivados do ácido cafeico (ácido rosmarínico), tatinos, constituintes amargos do tipo lactonas diterpénicas, ácidos e álcoois triterpénicos. Possui actividade colerética, colagoga, antiespasmódica e hepatoprotectora; Nas doenças dispépticas; Na anorexia; Nas digestões lentas e flatulência por disquinesia biliar; Externamente no reumatismo e nos problemas circulatórios.

 

 

Alfarroba
A polpa apresenta as seguintes propriedades: Anti-diarreico; Nos vómitos; Absorvente de toxinas;
As sementes apresentam as seguintes propriedades: Laxante; Coadjuvante em tratamentos de obesidade; Controla o apetite (cria uma sensação de saciedade); Hipoglicemiante hipocolesteromiante; Protector da mucosa intestinal.

 

 

Alfazema
Utilizam-se as folhas, flores, óleo essencial e a haste. é constituída por: acetato de linalila, ácido rosmarínico, cânfora, cineol, cumarina, fitosteróis, flavonóides, geraniol, limoneno, linalol, princípios amargos e taninos.
Possui as seguintes propriedades: Antiespasmódico; Útil em dispepsias; Na falta de apetite; Em casos de agitação e insónia; Externamente, em problemas circulatórios.

 

 

Alga Perlada
É constituída por mucilagem, o talo contém iodo, provitamina D e sais minerais. Apresenta as seguintes propriedades: Béquica (anti-tússica); Emoliente; Na obesidade e obstipação (ação laxante); No raquitismo (vitamina D); Fonte de iodo.

 

 

 

Algas Marinhas 
São constituídas por oligoelementos e sais minerais, iodo, bromo, oligo-holósidos, constituintes amargos, vitaminas e pré vitaminas A e D, lípidos e fucosterol. Útil em dietas de emagrecimento; Inibem o apetite, pois causam uma sensação de saciedade; Em casos de fadiga e cansaço, pelos nutrientes que possuem; Facilitam o trânsito intestinal, graças à sua riqueza em fibras e mucilagens; Estimulante da tiróide, sendo útil em caso de hipofunção da glândula tiroideia; Externamente, em ulcerações dérmicas e hemorragias superficiais.

 

 

Alho
Possui na sua constituição aliinas, fructosanas, açucares redutores, compostos tiociânicos, sais minerais, saponina e vestígios de vitaminas A, complexo B e C. Apresenta as seguintes propriedades: Redutor das taxas de colesterol e de triglicéridos; Ajuda a baixar a tensão arterial (acção vasodilatadora); Ação antiagregante plaquetar; Promove a circulação sanguínea; Útil na arteriosclerose; Acção antibacteriana e anti-fúngica; Aumenta a resistência orgânica contra infecções; Útil em casos de gripe (com tosse, bronquite e faringite); Vermífugo intestinal.

 

 

Aloé Vera
O suco concentrado apresenta as seguintes propriedades: A presença de derivados antracénicos justifica a acção laxante, regularizando o trânsito intestinal; Útil na obstipação; Em doses baixas aumenta a produção de bílis; Possui constituintes com acção bactericida e fungicida, pelo que reforça o sistema imunitário; O seu elevado teor nutricional (aminoácidos, vitamina C e E e Zinco) é útil em dietas de emagrecimento; O gel (aplicação tópica) hidrata e nutre a pele em profundidade, sendo útil em casos de: Queimaduras e feridas; Eczemas; Psoríase; Protector solar; Na irritação da pele.

 

 

Alteia
São utilizadas as raízes, flores e folhas sendo constituídas por: mucilagem, pectina, asparagina, betaína, lecitina, fitosteróis, taninos, óleo essencial, flavonóides e amido.
Útil na tosse e bronquite; Indicada na irritação da mucosa oral e faríngea; Nas afecções digestivas (úlcera, gastrite e cólon irritável); Externamente, em queimaduras, abcessos, furúnculos e outros processos inflamatórios.

 

 

Amieiro Negro
É constituído por compostos antraquinónicos livre e sob a forma de heterósidos (frangulósidos), amido, matérias gordas, fitoesteróis, saponósidos e sais minerais.
Apresenta as seguintes propriedades: Purgativo; Na obstipação; Colagogo em doses baixas.

 

 

 

Ananás
É constituído por fibras, enzimas proteolíticas (bromelaína), glúcidos, sais minerais, vitaminas B, C e ácidos orgânicos (citrico, málico e tartárico) Possui as seguintes propriedades: Anti-celulítico; Anti-inflamatório; Útil em casos de entorses; Nas sinusites exsudativas; Nas inflamações osteoarticulares, musculares e do tecido subcutâneo; Útil em casos de hematomas.

 

 

Angélica
Possui cumarinas isoladas e numerosas furanocumarinas como a arcangelicina, o bergapteno ou a imperatorina. Possui também óleo essencial, constituído principalmente por hidrocarbonetos monoterpênicos (α β-felandreno, careno e α-pineno) e sesquiterpenos. Além disso, ácidos fenólicos, β-sistosterol e flavonóides. Apresenta as seguintes propriedades: Estimula as secreções gastrointestinais; Antimicrobiano e espasmolítico; Na anorexia; No desconforto digestivo, com sensação de enfartamento e flatulência; Nas gastrites e enterites; Externamente, em dores reumatismais.

 

 

 

Anis Estrelado
As partes utilizadas são os frutos e as sementes. O óleo essencial é constituído por: anetol, trans-anetol, monoterpenos (felandreno, limoneno, alfa-piuneno e linalol), aldeídos e cetonas anísicas, cineol, estragol e safrol, mucilagens, saponinas, açúcares, ácido orgânicos (siquímico e protocatéquico). Apresenta as seguintes propriedades: na perda de apetite; Nas dispepsias; Nas flatulências; Na tosse produtiva; Na bronquite; Externamente, em micoses.

 

 

 

Anis Verde
Apresenta as seguintes propriedades : digestivo e espasmolítico; Útil em problemas dispépticos (perda de apetite); Carminativo; Útil nas gripes, tosse e bronquite; Nas inflamações da boca e faringe; Externamente, nas micoses.

 

 

Aquilea
As flores, as folhas e os caules são utilizadas para fins medicinais devido aos componentes presentes. Normalmente a planta utilizada é colhida em flor. É constituída por: Óleo essencial (camazuleno, β-pineno, sabineno, 1,8 – cineol e β-cariofileno), Alcaloides (aquileína, betaína, betonicina, colina, trigonelina, moscatina), flavonóides (apigenina, artemetina, luteolina, quercetina ), lactonas sesquiterpénicas (aquilicina, aquilina, α-peroxiachifólida, leucodina, milefina, milefoide e proazulenos), triterpenos e esteróis, taninos, cumarinas, ácido salicílico e ácido ascórbico, poliacetilenos, carotenóides, proteína, resinas e carboidratos. Apresentas as seguintes propriedades: anti-inflamatória e anti-microbiana; Adstringente e cicatrizante; Propriedades espasmolíticas; Útil na falta de apetite; Nas dispepsias; Em hemorróidas, flebites e varizes; Externamente, em afeções ginecológicas, úlceras dérmicas, hemorroidal e queimaduras.

 


Arando ou Mirtilo
O fruto é constituído por: antocianinas, flavonóis, catequinas, taninos (proantocianidinas), ácidos fenólicos (hidroxibenzóico e hidroxicinâmico e seus derivados). São reconhecidas as seguintes propriedades: Anti-inflamatório e anti-hemorrágico; Na insuficiência venosa (aumentam a resistência e diminuem a permeabilidade capilar); Anti-séptico e adstringente; Antidiarreico e hemostático; Na retinite pigmentar e na miopia; Anti-diabético e hipoglicemiante; Nas infecções urinárias; Antifúngico.

 

 

Arando Vermelho
A sua composição é rica em compostos inorgânicos e orgânicos. Entre os inorgânicos destacam-se: a água, potássio, cálcio, sódio, fósforo, magnésio, ferro e iodo. Relativamente aos constituintes orgânicos, apresenta: glucose, frutose, proteínas, ceras, pectinas, vitaminas C, A, B1 e B2, ácidos orgânicos (ácido málico, quínico, cítrico e benzóico) e flavanóis, antocianinas e ácido ursólico. É uma planta medicinal utilizada principalmente na prevenção e como desinfectante das vias urinárias. Antiescorbútico; Anti-séptico urinário; Vasodilatador.

 


Arnica
É constituída por lactonas sesquiterpénicas, óleo essencial, ácidos fenólicos e seus derivados, glicósidos flavónicos, cumarinas e fitoesteróis. Topicamente apresenta as seguintes propriedades: Ação anti-microbiana; Ação anti-inflamatória; Ação anti-reumática; Ação anti-artrítica; Activadora da circulação; Em caso de contusões, luxações, equimoses e edemas; Em irritações cutâneas como o acne, furunculose, picadas de insectos e urticária. A arnica não deve ser aplicada em feridas abertas.


© 2024 Pharma4u. All Rights Reserved. Design by JM
Newsletter Pharma4u

Preencha os seus dados e clique em “Enviar” para receber directamente no seu mail todas as novidades e campanhas da Pharma4u.